Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘vinagre balsâmico’

creme balsamico

O creme balsâmico, ou creme de balsâmico, tem uma linda coloração negra e brilho intenso, com aroma, sabor e textura diferenciados. Ele é elaborado a partir da redução de vinagre balsâmico, com envelhecimento em barricas de carvalho, são geralmente produzidos por produtores de vinhos e trazem um toque todo especial de vinho e mel capaz de transformar qualquer prato.

Você já deve ter ouvido falar ou deve ter visto numa receita o termo “redução de balsâmico”, pois então, o creme balsâmico nada mais mais é do que um tipo de redução do vinagre balsâmico, que pode ser usado na finalização de pratos, em temperos para saladas, queijos, em coberturas de assados, geleias, frutas e inúmeras outras preparações. Hoje é considerado um dos mais requintados recursos utilizados pelos chefs para decoração de pratos.

Minha preparação preferida com creme balsâmico é a cebola caramelada pra acompanhar sanduíches! Logo logo passo a receita para vocês!

Eu prefiro comprar o creme pronto que fica da despensa e posso usar a qualquer momento. Mas se você não encontra na sua cidade o creme e quer fazer em casa é só seguir essa receitinha.

Ingredientes: 500ml de vinagre balsâmico e 3 colheres (sopa) de mel (ou uma colher cheia de açúcar mascavo)

Modo de fazer: Em uma panela coloque o vinagre balsâmico e o mel, misture bem. Leve para ferver em fogo bem baixo para não queimar. Deixe reduzindo até que forme um caramelo leve (o molho cai da colher em fio, engrossa um pouco depois de frio). Então, é só deixar esfriar completamente e guardar em recipiente bem fechado fora da geladeira. Rende aproximadamente 100 ml depois de reduzido. Obs: Você pode acrescentar outros ingredientes, especiarias, etc., mas se fizer a redução básica poderá utilizar de formas mais diversas. (foto: eugourmet)

Anúncios

Read Full Post »

balsamico la violeteraO vinagre balsâmico é o mais nobre de todos os tipos de vinagre, considerado um dos mais refinados condimentos. É um produto distinto devido ao processo de elaboração e às características aromáticas que adquire. Os mais conhecidos são o “Vinagre Balsâmico Tradicional de Modena e o Vinagre Balsâmico Tradicional de Reggio Emília” que são produtos protegidos por denominação de origem controlada (DOC). A história do vinagre balsâmico, ou aceto balsâmico, iniciou-se na região de Modena, Itália, pois as condições de clima da região proporcionavam apenas produção de vinhos com baixa graduação alcoólica, portanto não recomendados para exportação, mas apropriados para a produção do vinagre.

Barris de balsâmicoO esmagamento de uvas produz uma mistura de suco, cascas e bagas que é chamado de mosto. O vinagre balsâmico é o produto obtido da fermentação alcoólica e acética do mosto cozido de uvas brancas Trebbiano. O cozimento é feito em fogo direto até o teor de açúcar alcançar uma redução de 20% a 30% do volume inicial do mosto. Quanto mais cozido o mosto, mais adocicado será o vinagre balsâmico. O mosto, assim reduzido e mais concentrado, é colocado em recipientes de madeira, até tornar-se vinagre balsâmico, o que acontece com o tempo. Bons produtos envelhecem por, no mínimo, 12 anos podendo passar até 25 anos no barril.

O vinagre balsâmico é altamente apreciado por chefs e gourmets do mundo inteiro. É recomendável utilizá-lo em saladas e frituras, além exaltar o gosto e o aroma quando utilizado em pratos com carnes e até em preparações doces. O vinagre, à semelhança do vinho, possui antioxidantes e outras substâncias que retardam o envelhecimento e que estão associadas à redução do risco de desenvolvimento de doenças crônicas.
(fotos: Consórcio Reggio Emilia e La Violetera)

Read Full Post »